Okashii Place Anime Fórum
Não fique só olhando. Cadastre-se e se divirta!

[Original] Perdidos em New York - Capítulo 1- Paty Girl?

Ir em baixo

[Original] Perdidos em New York - Capítulo 1- Paty Girl?

Mensagem por Ma em Seg 23 Jul 2012, 4:17 am


- Que demora pra atender!

Lucy enrolou os dedos no fio do telefone.

- Estava ocupada. Diga o quer.

- Quero uma passagem pra Londres, Anelize.

Lucy ouviu um sopro de ar do outro lado do telefone. Ela sabia que Anelize havia bufado; estava frustrada.

- Nunca me chamará de mãe, não é?

- Poderia te chamar de mãe se tivesse sido criada por você...

- Meu emprego não permite Lucy...

- Okay. Apenas quero a passagem. Preciso visitar o papai.

Ela desligou o telefone. Não se sentia mal por ter feito isso. Seus sentimentos em relação à mãe ainda eram precários, mas estava construindo eles aos poucos. Esperava que ela cedesse com esse pedido. Precisava voltar a Londres, não apenas por causa da cidade ser linda, mas pelo aniversário de seu pai que era uma data quase sagrada.

Lucy havia preparado um cronograma junto de Jean, seu amigo, para curtirem Londres e ainda poderem comprar um presente de aniversário. Sentia falta das construções de pedra e de seu pai; bem diferente de sua mãe.

Lucy pegou a alça de sua bolsa e saiu de casa.

Ela mal havia chegado ao Colégio e encontrou uma garota de cabelos vermelhos curtos e enrolados, vestindo meia calça arrastão rasgada, short jeans desbotado, coturno e blusa de banda. Lucy aproximou-se sem olhar para os lados. Ainda era cedo.


- Sabe que fico enjoada com tanto rosa e esse salto batendo no chão causa gastura...

- Sei que me ama e já está bom – disse Lucy sorrindo.

A garota olhou para o lado e se desgrudou da parede. Uma bolsa bateu na lateral do corpo dela, revelando estar repleta de broches e bottons diversos.

- Odeio esse salto seu...

Lucy olhou para seus pés e viu um salto rosa e grande. Não tinha nada para botar defeito, mas a garota olhava com repulsa pra ele.

- Eu amo saltos e você sabe disso.

- Caramba, Lucy. Eu uso salto, mas não fico em cima dele vinte e quatro horas por dia e durante a semana toda... Você não tem coluna...

Lucy riu. Ela mais que ninguém sabia o sacrifício de se ficar linda e impecável. Sempre tivera as melhores roupas e sapatos. Muitas garotas tinham inveja dela por ser única na escola.

Ela era popular. Havia construído sua fama aos poucos e não queria quebrá-la. Havia somente mais alguns meses até se formar no ginásio e seguir para uma faculdade no exterior. Precisava aproveitar cada momento antes de deixar de ser uma rainha para ser mais uma na faculdade.

- Não sei como me tornei sua amiga – dizia a garota ruiva. – Sinceramente, odeio rosa e patricinhas como você.

- Mas você melhor do que ninguém sabe que não sou paty, Lizzie.

A ruiva ao ouvir a menção de seu nome fez uma careta.

- Só me chame de Liz. Lizzie é infantil demais – ela pegou um óculo e o colocou como se quisesse não ser reconhecida. Ela virou-se e andou.

Lucy suspirou e seguiu até onde ficavam os armários. Tinha a sensação de ter esquecido alguma tarefa ou leitura importante pra trás. Veria isso depois de encontrar Jean.

Não precisou andar muito para encontrá-lo, pois ele estava sentado em um banco lendo uma revista. Quando Lucy se aproximou ele a fechou e escondeu dentro da bolsa. Lucy não se intrometeria nos assuntos deles. Os gostos de Jean não eram como de qualquer outro garoto.

- Não desistiu de ir a Londres comigo, não é?

Ele lhe virou o olhar e sorriu.

- Liz não iria nem morta, só sobra eu como acompanhante... Infelizmente.

Lucy não conseguiu segurar a gargalhada. Ela se lembrara das vezes em que fizera compras acompanhada dele. Ele era pior que os pais de suas colegas e até de Liz, não conseguia ficar calado e botava defeito em todas as roupas. Isso, por que ele ainda tinha um sofá para esperar. Lucy prometeu a si mesma nunca mais demorar para comprar algo quando estivesse com ele. Até Liz era melhor companhia.

Jean olhou-lhe e escorregou a mão para a dela, apertando-a. Lucy apertou a dele como modo de retribuir o carinho.

- Tem companhia pra sábado à noite? Tem a festa da Claire e eu pensei...

- Festas de patricinha? Tô fora!

Lucy bufou. Ela queria muito ir à festa, mas com seu melhor amigo. A cota de garotos ainda disponíveis era curta e não conseguiria se sair bem sem estudar cada candidato. Sua única carta na manga era Jean. Lucy sabia o desprezo que ele tinha pelas colegagens dela, mas ela não podia decair por capricho dele. Uma amizade de anos não é desfeita por ódios de colegas de seus amigos.

Ao longe, Lucy viu uma cabeleira ruiva, explodindo em gritos. Não era audível por causa da barulheira próxima a ela, mas sabia que a amiga estava berrando com alguém pelas expressões dela e pelo modo que tentava agarrar alguém, mas era impedida.

- Temos uma Explosão Liz Nível Quatro logo à frente – comentou Lucy, indicando com o olhar.

- Quantas vezes já aconteceu isso nesse mês?

- O Nível Quatro? Acho que Duas.

- Quando ela chegar ao Sete, nem quero estar vivo.

Eles saíram rindo do comentário. Não foi fácil eles passarem em meio à multidão. Eles cutucavam, pediam licença, mas nada de deixarem passar. Lucy recorreu ao salto e ficou pisando nos pés das pessoas. Nenhuma atitude era baixa para salvar sua amiga de chegar ao Nível Limite.
Lucy havia colocado Níveis em Liz. Quando se conheceram, Liz estava no Sexto, prestes a chegar ao sétimo. Ela gritava e insultava em duas línguas Lucy e outras garotas.

Para poder controlá-la havia feito uma tabela bem singela, mas com dados e características relevantes.

Níveis Explosões Liz

Nível 1 – Liz apenas diz “Foda-se” e tudo bem. Pode acontecer de te mandar pro inferno também, mas isso só em caso de tédio. Nível Super iniciante.

Nível 2 – (Intermediário) Se “Foda-se” não resolver, parte para insultos de mães e palavrões de baixo calão. Vale insultar até professor.

Nível 3 – (Problemas à vista) Ela respira fundo antes de voltar a xingar todo o mundo. Começa a falar entre duas línguas, dificultando sua compreensão.

Nível 4 – (Médio Alto) Qualquer um teria medo dela, mas ela se parece com a junção dos três primeiros níveis, porém tenta pular em cima de alguém para revidar.

Nível 5 – (Quando ninguém lhe segura) Ela se solta e corre em direção de sua vítima. Começa a tortura com palavras, xingamentos e até conselhos.

Nível 6 – (Nível de Conselho) Liz começa por aconselhar as garotas pelo que ela acha certo, mas saturado de sarcasmo e escárnio. Sorri enquanto as vê serem rebaixadas. Fala entre duas línguas também.

Nível 7 – (Sem qualquer informação) Liz já está lhe xingando em árabe, grego ou russo, mas você nem reconhece mais nada, só vê a garota querendo te matar lentamente e com muita sessão de tortura.

Lucy sabia que Liz estava na Quatro e era melhor agir rápido. Ela empurrou um garoto, que quase caiu e viu um monte de emaranhado de cabelo ruivo querendo se libertar.

Jean apareceu ao lado dela e suspirou alto antes de ir até Liz. Ele a segurou, abraçando-a para se acalmar.

- Me solta! Quero matar àquela vaca desprezível...!

- Já chega né Liz? – Lucy não queria dar sermão ali, mas essas explosões estavam freqüentes até para ela. – Se fizer isso mais uma vez acabará se complicando.

- Apenas quero arrancar fio por fio daquele cabelo falso dela – Ela tentou se libertar, mas era inútil. – Pelo menos uma mecha. Não posso?

Lucy virou-se e gritou para todos partirem. A diversão havia acabado.

Se Lucy não conhecesse a amiga, diria que era uma forma de escape ela fazer aquilo. Não perguntaria nada, apenas esperaria ela estar preparada para responder.

- Quando voltar de Londres espero que possa me contar, tudo bem?

Liz apenas confirmou com a cabeça, enquanto Lucy tentava ajeitar o cabelo da amiga.



Cenas do próximo capítulo:

- Sério que meu vôo é agora e não daqui duas horas? – perguntou Lucy, olhando em seu passaporte. – Eu tinha certeza que era daqui duas horas.

- Sem tempo pra conversas – Jean agarrou-a e saiu de casa em uma velocidade incrível para quem carregava as malas dele e de Lucy.

...

- Quase morri ali. Não sou atleta, seu gamer.

Jean sorriu e abriu a cortina da janela.


- É bom aprender a correr de salto. Liquidações são ótimas maratonas.



Off

Foi legal escrever esse capítulo. Esse ainda é só para dar um gostinho. O próximo capítulo que começam as aventuras e ataques de agressão.

_________________


avatar
Ma
I'm Crazy for Candies
I'm Crazy for Candies

Sexo : Feminino
Mensagens : 1297
Coins : 62031
Likes : 6
Inscrição : 03/08/2011
Idade : 24
Localização : Winterfell
Humor : Solto por aí

http://okashiiplace.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum